Ezekiel 4:9, uma receita bíblica – e bem saudável – de pão

Ezekiel 4:9, uma receita bíblica – e bem saudável – de pão

Há cerca de 2600 anos, durante o cativeiro babilônico do povo de Israel, mais precisamente da tribo de Judá, surgiu um profeta trazendo mensagens de Deus. Nos quarenta e oito capítulos deste livro, Ezequiel traça sua autobiografia, reprova o comportamento do povo, fala sobre profecias referentes a Jerusalém e a outras nações e, por fim, declara que, apesar da infidelidade do povo, Deus seria fiel e restauraria o que fora destruído.

Apesar de ser um trecho bem interessante da Bíblia e eu recomendar sua leitura, o objetivo deste texto é falar de um único versículo dentre os 1273 do livro, o nono do quarto capítulo:

“Pegue trigo e cevada, favas e lentilha, milho e aveia; ponha-os numa vasilha e com eles faça pão para você. Você deverá comê-lo durante os trezentos e noventa dias em que estiver deitado sobre o seu lado.”

A empresa americana Food for Life resolveu colocar em prática esta receita em pleno século XX, afinal, se foi Deus quem a passou, é porque deveria ser boa, certo?

E o resultado é uma pequena lista de benefícios provenientes desta simples combinação de quatro grãos e dois legumes:

  • Fonte completa de proteína (com 84,3% da eficiência presente na mais alta fonte proteica), semelhante à proteína dos ovos e do leite.
  • Possui os nove aminoácidos essenciais e mais outros nove.
  • Melhora a digestão – o processo de germinação quebra grãos de amigo em açúcares simples, que o corpo digere com rapidez.
  • Aumenta a absorção de minerais – o processo de germinação quebra inibidores enzimáticos, o que permite que o corpo absorva mais cálcio, magnésio, ferro, cobre e zinco.
  • Mais Vitaminas B e C.
  • Excelente fonte de fibras (Grãos germinados e legumes proporcionam ótima taxa de fibras).

Sabe o que isto significa na prática? Que Deus estava certo (risos) e que este pão é uma opção mais saudável pois, além das propriedades que mencionei acima, não tem açúcares refinados adicionados à receita, farinha, gorduras trans, conservantes e é totalmente orgânico. Pra fechar, ele é lentamente assado, para preservar suas fibras e não queimar o farelo dos grãos.

Vale lembrar que este pão não é gluten-free, apesar de já ter ouvido de alguns intolerantes “não posso com glúten, mas o Ezekiel não me causa reações”. De qualquer forma, sempre é bom consultar seu médico antes de consumi-lo caso você tenha alguma restrição. Da mesma forma, também é uma excelente opção para diabéticos.

Aqui nos EUA esse pão é facilmente achado em mercados, na parte dos congelados. Inclusive, sempre o deixamos na geladeira pela aumentar sua validade (duas semanas). À temperatura ambiente, ele dura cinco dias e, congelado, até um ano.

O melhor é que a Food For Life oferece outras diversas opções, desde pão para hamburger até tortilhas ;)

O melhor é que a Food For Life oferece outras diversas opções, desde pão para hamburger até tortilhas ;)

Na prática, ao comer este pão, dá pra sentir nitidamente que ele é bem mais leve que os pães de fôrma disponíveis, mesmo os integrais ou baseados em grãos. E após comê-lo, não nos sentimos pesados, cheios.

Em uma breve pesquisa, não encontrei o pão Ezekiel no Brasil. Se você souber onde encontrá-lo, deixe nos comentários abaixo que atua o post.

Existem diversas receitas caseiras disponíveis na Internet e você pode tentar (esta aqui no Aprenda na Cozinha é bem interessante). Minha recomendação é que você certifique-se da origem de todos os ingredientes, afinal, está cada dia mais difícil achar orgânicos a preços acessíveis.

Facebook Comments